Tags

, , , , , ,

BALÕESAcabo de sair de mais uma maratona de organização de festa de filho. O evento foi há dois dias mais ainda estou me recuperando da semana puxada de preparativos, sem falar no trabalho, no cuidado com os dois pequenos, casa marido e se sobrou um tempinho, comigo mesma. Minha família fica de “cabelo em pé” quando falo de festas. Sobretudo o “maridon”. Além de ele não ser super fã de grandes eventos, acha bobagem gastar com isto e sabe que uma coisa ou outra vai acabar sobrando para ele. Toda vez reclama, mas acaba sempre ajudando. O meu negócio com as festas é que eu adoro ir, mas amo ainda mais planejar, colocar a mão na massa, pensar nos detalhes e receber os convidados. Mas para dar festa antes de mais nada precisa de tempo, paciência e disponibilidade. Por mais que se contrate tudo pronto e a festa seja em um buffet, a menos que você possua um organizador de eventos, você terá que pensar sobre e escolher. Decoração, convite, cor da festa, comida, bebidas, doces, músicas, fazer lista de convidados, atrações e muitos outros itens. Apenas pensando nos detalhes já se gasta um tempo enorme.

Já fiz várias festas, churrascos, reuniões, jantares, almoços, chás, e planejei sem ajuda meu casamento. Mas quando engravidei entrei de cabeça no universo de festas infantis. Há três anos fiz o chá de bebe do mais velho e desde então foram 8 festas. Todas planejadas, decoradas e produzidas por mim. Somando ao fato dos doces ficarem sob minha responsabilidade e/ou da minha loja. Com os elogios recebidos nas últimas festas, os quais levei a sério, no final do ano passado busquei um curso com uma decoradora muito conceituada no mercado para me especializar. Sou muito critica e ainda vejo inúmeros pontos de melhoria. Mas a evolução é visível da primeira festa para a última sobretudo na decoração da mesa de doces, e após o curso tudo ficou ainda mais .

Para quem não saber por onde começar o planejamento eu sugiro um roteirinho bem simples abaixo:

1) Faça a lista de convidados e estime uma falta de 20% a 30%. Com a quantidade em mãos fica mais fácil contratar fornecedores e escolher local da festa.

2) Contrate ou faça você mesmo os convites da festa. Convide com 15 a 10 dias de antecedência. Seja por e-mail, telefone, pessoalmente ou com o convite impresso. Em festa de criança não se convida muito antes pois alguns convidados esquecem. E com a falta de tempo nem sempre conseguimos entregar convite impresso para todos. Pense nisto.

3) Dependendo do porte da festa vale a pena “tentar” um RSVP (répondez s’il vous plaît– responda por favor). Brasileiro não tem o hábito de confirmar mas como diria a minha mãe é de “bom tom”. Escutei de uma amiga que pedir para confirmar presença poderia dar a ideia de que a festa não tinha verba para todos os convidados. Mas não é isto. Fora do Brasil é muito comum. Confirmar a presença é chique, educado e garante que não se jogue comida fora e nem que falte nada. Para uma festa grande um RSVP ativo vale a pena. Para uma pequena deixar um telefone e e-mail no convite, e perguntar para alguns convidados resolve.

3) Escolha o local da festa. Em casa, salão de festa, no jardim, no buffet, na praia, clube, sitio. E que por favor, comporte o número de convidados. Nada mais desagradável que lotar um salão de prédio com capacidade para 50 com 200 pessoas. E não é necessário alugar grande quantidade de mobiliário. É um grande erro achar que todos precisam ficar sentados. Apenas 40% dos convidados ficam sentados nas festas. Sobretudo em festas de crianças em que temos que ficar correndo atrás dos pequenos.

4) Defina tema da festa. Cores usadas. Personagens. De preferência que o aniversariante opine e escolha se tiver idade suficiente para isto.

5) Contrate buffet ou organize o preparo de salgados. Escolha variedades pensando que os convidados possuem paladar variados e muitos apresentam intolerância a certos alimentos. Não pense apenas no seu gosto. Se gosta de palmito não pode contratar tudo neste sabor esquecendo quem prefere o queijo.

6) Bebidas: Não esqueça do refrigerante, água, cerveja. Hoje em dia é esperado que se tenha ao menos uma opção de suco. E para alguns casos espumante/ prosseco caem bem.

7) Contrate doces e bolo. Alguém já viu aniversário sem bolo? Item muito importante. Se quiser um bolo mais bonito para a mesa e um bem gostoso para corte alugue ou compre um “bolo fake” e sirva o bolo que chamamos de corte ou colchão. Para cada cento varie o tipo de doce. Para 500 docinhos, 5 tipos. Para 400, 4 tipos. Lembre sempre que o brigadeiro é campeão de audiência. Tenha variedade mas ofereça para o convidados 1/4 dos docinhos em brigadeiros.

8) Festa em salão de festas de prédio precisa de pelo menos uma atração. Animadores, teatrinhos e aluguel de brinquedos. Crianças precisam de programação. Elas não vão à festas para comer, beber e conversar com os adultos.

9) Música. Deixar uma música ambiente mesclando gosto infantil com o adulto deixa a festa mais alegre.

10) Tire muitas fotos  da decoração, ambiente e de todos os convidados. Você vai querer lembrar de todos que estiveram presente. Se puder contratar um profissional melhor ainda. Assim aproveita a festa e as fotos saem todas lindas.

11) Não esqueça da lembrancinha! Criança são mais fáceis de agradar do que pensamos. E nem sempre é preciso gastar neste item uma pequena fortuna. Combine a lembrança com o tema da festa e use a criatividade. Mas lembre-se que os pequenos já esperam ganhar algo no final da festa.

Algumas informações úteis:

Quantidades por pessoa:

Lembrancinha: 1 por criança. Compre 10% a mais para que não falte.

Docinhos: 5 por pessoa

Bolo: 100 gramas por pessoa

Decorados da mesa: 1 para cada 2 convidados. Nem todos pegam e sobra muito. Escolha 3 variedades entre cakepop, cupcake, doces modelados, biscoitos decorados, pushcakes, bolo no pote, panela de brigadeiro, pirulito de chocolate, maçã do amor entre outros.

Salgados (apenas coquetel): 15 por pessoa. Escolha de 4 a 8 tipos. Fuja das frituras e varie os sabores. Queijo, palmito, frango, carne, calabresa, presunto. Sanduichinhos são boas pedidas.

Refrigerante: 600 ml por pessoa

Suco: 200 ml por pessoa

Água: 200 ml por pessoa

Cerveja: 2 latas por pessoa. Parece pouco mas é comprovado. Não quis aceitar nas últimas festas e sempre sobra muita cerveja. Mas foi difícil aceitar que passamos de 6 latas por pessoas nos churrascos da facul para 2. Em festa de criança ninguém bebe muito.

E ai gostaram? Espero ter ajudado! No próximo vamos falar um pouco de decoração da festa e escolha de temas e cores…

Anúncios