Tags

, , ,

Bom dia heroínas! Já quase boa tarde! Hoje não vamos falar de questões existenciais ou será que vamos? Com o calor chegando e o sol batendo forte, marcando presença na minha janela, comecei a pensar na estação do ano mais aguardada e mais temida pelas mulheres fora de forma. O verão! Ah o verão… Praia, sol, piscina, pele bronzeada e a mostra. Mais energia para curtir o dia. Férias, viagens! Biquinis, roupas curtas e justas. Ai e agora? Onde escondo meus quilos a mais?

Atire a primeira caloria a mulher que nunca sofreu em setembro imaginando o quanto teria que deixar de comer para chegar em janeiro com o corpo ao menos perto do que sempre sonhou em ter. E muito cá entre nós nunca conseguiu ter. E nem vai. Porque nossos padrões são as modelos e atrizes, deusas por natureza que ainda melhoraram o que já era quase perfeito com plásticas e cremes caríssimos. E apesar disto tudo tem muito fotoshop naquela capa maravilhosa.

Acorda menina! Volta para terra e vamos pensar em mulheres possíveis. Sim, é tempo de correr para ginástica e fechar a boca porque o verão vem aí. E se não quiser ficar de camisetão na praia não tem outra solução a não ser passar por alguns sacrifícios. Melhor seria ter se cuidado o ano todo. A saúde agradeceria.

Eu tenho a minha desculpa. Ganhei um bebe gigante este ano (sim comprido e não gordo. Era o maior do berçário) e ainda restaram uns kilinhos. Nem tantos assim. O problema é que sempre fui macérrima e fui ganhando um recheio extra com o passar dos anos. Namorar engorda. E como! Restaurantes, cinema com pipocas e chocolate, fondue em casa, macarrão com vinho e por aí vai… E se namorar aumenta nossa massa corporea casar então nem se fala. O peso extra vem junto com a aliança.

E foi assim que quando eu engravidei do meu gigantinho, a mamãe aqui já acima do peso ganhou nada mais nada menos do que uns 20 quilinhos. Calma! Já perdi 18. Não por esforço próprio pois 12 kg deixei já na mesa de operações.

Mas o “desconto” que dei a mim mesma por estar atravessando a fase pós parto não servem mais. Agora já não era sem tempo de criar vergonha na cara, começar a se mexer e o mais difícil fechar a boca. Para quem ama comer e cozinhar como eu, regime é uma tarefa nada simples.

Mas vamos nessa! Convido você minha querida amiga a iniciar comigo está batalha. Inspirada na minha amiga Adriana De Marco do blog Testando de Tudo Muito vou testar algumas alternativas e postar aqui dizendo se funcionou ou não. A diferença é que vocês irão acompanhar esta nada disciplinada heroína que vos escreve em sua evolução.

Meu primeiro investimento foi os fitoterápicos Linolen e Actmax da Nutrilatina. Já tentei Linolen sozinho uma vez e não vi resultado. Não segui dieta, não fiz exercícios e não tomava sempre os comprimidos. Desta vez prometo TENTAR fazer tudo direitinho e contar para vocês.

Bom “bora” almoçar sashimi e um temaki!

Anúncios